Muitos lugares da Bahia ainda não têm acesso a distribuição de energia elétrica. Se esse for seu caso, a Microgeração Fotovoltaica pode ser uma solução ideal para sanar esse problema.

Dados da Secretaria de Infraestrutura da Bahia revelam que cerca de 130 mil residências no estado ainda não têm acesso a energia elétrica. De fato, esse fenômeno ainda é muito recorrente no contexto baiano. Mesmo que tenha sido combatido nos últimos anos através de iniciativas governamentais, como o Programa Luz Para Todos.

Essa dificuldade do acesso à energia elétrica pode ser explicada por fatores geográficos. As dimensões do nosso país, e do nosso estado, são muito amplas. Com diversas áreas muito pouco povoadas e afastadas de centros urbanos. Desse modo, torna-se complicado e pouco viável a distribuição de energia para certas localidades isoladas.

As informações divulgadas pelo Censo 2010 nos ajudam a corroborar a justificativa anterior. Esse estudo aponta que a cada 10 residências sem luz, 8 estão na zona rural. Ou seja, estão distantes de cidades. Logo, o maior obstáculo para a universalização do acesso a energia no Brasil é a distribuição para comunidades isoladas.

Pensando em solucionar essa problemática e promover eletricidade para grupos afastados de centros urbanos, surge a possibilidade da produção autônoma de energia através dos Sistemas de Microgeração.

À primeira vista, o termo “Microgeração” nos remete à ideia de uma grande usina de energia. Entretanto, esse conceito se refere somente à geração de energia para residências ou pequenas comunidades. Por isso, é algo realmente possível de ser concebido.

Os Sistemas de Microgeração são definidos pela produção de energia em pequena escala se utilizando de microturbinas, micro hidrelétricas, micro eólicas e painéis fotovoltaicos. Embora existam diversas opções para realizar a geração, a escolha pela Energia Solar é a mais acessível e viável para a grande maioria dos casos.

A Microgeração Fotovoltaica tem se tornado nos últimos anos cada vez mais barata. Isto ocorre devido ao aprimoramento das tecnologias de fabricação das placas. O investimento envolvido ainda é caro. Porém, é facilitado pela existência de linhas de crédito especiais para a implementação de energia solar.

Outro fator que torna a Microgeração Fotovoltaica a escolha ideal entre os outros tipos de sistema é o fato da Bahia ter uma incidência solar muito alta. O interior do Nordeste como um todo tem ambiente ideal para esse sistema, uma vez que o clima semiárido possibilita radiação constante e intensa durante o ano inteiro.

Desse modo, conseguimos perceber que a saída para a Bahia promover o acesso completo à eletricidade se dá através de Sistemas de Microgeração. A Energia Solar é a opção mais viável para o nosso contexto e, por isso, deve ser explorada.

Se interessou em adquirir um sistema como esse? A EletroJr tem excelência em Microgeração Fotovoltaica, tanto em seu projeto como sua instalação. Contate-nos ou agende já uma visita gratuita!