curto-circuito-eletrojr

O que é curto circuito e como pode causar problemas/incêndios

Imagine se você ficasse por 3 dias sem energia ou sua TV mais nova acabasse queimando? E se em um escritório a energia elétrica parasse ou acontecesse um incêndio? Um curto circuito pode causar tudo isso! Assim, instalações elétricas podem estar vulneráveis a diversos riscos, podem causar perdas financeiras e também ameaçar a segurança de pessoas. Leia abaixo e saiba mais!

Essas situações ocorrem na maioria das vezes por falta de informação sobre o assunto ou pela falta de manutenção na rede elétrica. Então, pensando nisso, preparamos este artigo para que você conheça mais sobre estes riscos e de como combatê-los.

O que é um curto circuito?

De forma resumida, um curto-circuito ocorre quando a resistência elétrica em um circuito é muito pequena e a corrente elétrica que o atravessa atinge uma intensidade muito elevada. Ocorrendo assim uma sobrecarga no circuito. Esse momento de intensidade elevada cria um momento de alta temperatura, assim criando as condições para o triângulo do fogo e portanto um risco de incêndio.

Mas, como o incêndio se inicia?

Antes de tudo para entendermos como evitar incêndios, vamos entender como um começa. Para isso precisamos olhar um simples conceito chamado de Triângulo do Fogo, que explica o que é necessário para que um incêndio aconteça. Os elementos são:

  • Combustível: Tudo que se pode entrar em combustão, ou seja, que pode pegar fogo. Podemos neste caso pensar no plástico ou na borracha que envolve os fios, ou algum material, como o papel, que possa estar próximo.
  • Oxigênio: É o que torna o combustível capaz de entrar em combustão.
  • Calor:  É o necessário para iniciar a reação, depois, o fogo torna-se a própria fonte de calor.

Geralmente, já se tem o primeiro e o segundo elemento. O terceiro é o que é gerado pela sobrecarga que ocorre por alguns problemas elétricos que estão especificados abaixo, gerando calor e portanto correndo o risco de se iniciar um incêndio.

Principais causas de incêndio em instalações elétricas

A sobrecarga

Imagine que você está acostumado a receber uma pequena quantidade de trabalho, e do nada, você passa a receber 10 vezes mais todo o trabalho que sempre recebeu, não iria conseguir lidar, certo? Isso é o que ocorre quando acontece uma sobrecarga em um circuito elétrico, assim gerando um curto-circuito.

tomada-sobrecarregada-eletrojr

Como identificar a ocorrência do curto circuito?

Alguns dos principais sinais para se identificar se ocorreu um curto são:

  • Queda de energia apenas na sua casa ou em algum cômodo, e sem motivos aparentes;
  • Tomadas escuras estando aparentemente queimadas;
  • Lâmpadas queimando rápido demais;
  • Cheiro de queimado.

Como evitar o incêndio: o que deve-se evitar

  • Umidade e Poeira dentro de tomadas: Pode-se ocorrer um curto circuito, quando se há um acúmulo de poeira e umidade entre o plug e a tomada, pois, ela pode servir como condutor de eletricidade e gerar mal contato. Um sinal para ficar atento é quando se tem faíscas ao se encaixar um plug na tomada.
  • Material de baixa qualidade: Alguns plugs e tomadas de baixa qualidade podem ter tido o seu tamanho mal dimensionado, causando folgas entre o plug e a tomada, assim gerando faíscas que podem gerar incêndios. Por isso é bom optar por materiais de qualidade confiável.
  • Por objetos pesados em cima de cabos ou cabos enrolados
  • Equipamentos em tomadas não adequadas: Alguns aparelhos, como os de emissão de calor ou ar condicionados, precisam de tomadas específicas para que suportem o seu maior fluxo de energia.
  • Papel próximo de tomadas, etc: Evite manter papel, papelão, plástico, etc próximos de tomadas e afins, porque queimam com facilidade.

Gostou do post? Cheque outros dos nossos textos e saiba mais!

Como um Laudo Elétrico pode gerar Economia?

Laudo de Instalações Elétricas: algumas curiosidades

O que é um projeto de incêndio?


Escreva um comentário