Durante a pandemia do covid-19, os brasileiros sentiram no bolso a necessidade ainda maior de economizar nas contas de energia e nos custos gerais.

Apesar da situação ruim, existem meios que ajudam a reduzir os custos de uma residência e podem garantir aquele dinheirinho no final do mês.

Ficou curioso? Então entenda agora como um PFV (Projeto Fotovoltaico) pode te ajudar em suas economias.

Quer saber a melhor parte? Praticamente qualquer pessoa pode ter acesso a esse recurso! Para isso, você só precisa de um local exposto a luz solar. Até mesmo pessoas que moram em apartamentos podem conseguir.

Conheça o PFV (Projeto Fotovoltaico)

Como uma das melhores maneiras de economizar energia, o uso da energia solar tem crescido muito no mercado.

Justamente por ser um meio muito eficiente de reduzir os custos e até mesmo ganhar com isso!

Se tornando um micro gerador de energia solar você consegue descontar da sua conta de energia até o valor correspondente ao que você produz.

Sim, é exatamente isso que você entendeu: o que significa que, em alguns casos, você pode não precisar pagar mais pelo seu consumo de energia e, em alguns casos, até ganhar com isso.

Tempo para retorno financeiro

O tempo estimado para que esse investimento feito na energia solar se pague é de, em média, 5 a 8 anos, variando de projeto para projeto.

Ou seja, sabendo que as placas têm uma vida útil de 25 anos, você pode conseguir até 20 anos de energia de graça.

Porém, para a utilização de energia solar é necessário primeiro a elaboração de um Projeto Fotovoltaico, o qual diversas variáveis são envolvidas. Exemplos são questões ambientais, técnicas e de legislação, que são fundamentais para elaboração de um sistema bem desenvolvido. Também é importante que seja o mais eficiente possível, focando principalmente a economia dos custos e a segurança do consumidor.

A projeção de um Sistema Fotovoltaico é extremamente necessária para a boa execução da instalação, visando os menores custos e o melhor aproveitamento energético.

Diferentes projetos podem ter elementos parecidos, ou até os mesmos (inversores, placas, fiação…), porém cada projeto vai variar de acordo com a necessidade de instalação de cada cliente. Então, um PFV pode ser inteiramente diferente por causa do tipo de Sistema Fotovoltaico a desenvolvido; venha entender um pouco mais sobre isso com a gente.

Tipos de Projetos e sistemas fotovoltaicos 

Um caso é o de uma casa estar isolada da rede de distribuição, sendo necessária a instalação de painéis solares como forma de acesso à energia elétrica. Esse sistema se denomina Off-Grid (fora da rede).

Outro caso oposto, se da quando a edificação tiver uma conexão com a rede da concessionária, e a geração tiver como objetivo conquistar autonomia da rede principal. Esse sistema se denomina então como On-Grid (na rede).

Em ambos os casos é fundamental a realização de uma visita técnica no local de instalação. Essa necessidade se da a fim de colher as informações que precisamos para a realização do projeto, e para que o mesmo se desenvolva de maneira segura e eficiente.

A conta de luz do cliente é fundamental no processo. Afinal, é a partir dela que se determina, primeiramente, o tamanho do sistema como um todo.

Como funciona a visita técnica para elaboração do PFV?

A maneira mais correta para que seja feita uma visita técnica seria, primeiro, a atenção por parte da equipe técnica para os melhores locais para instalação do sistema. A fim de que se aproveite ao máximo a radiação solar em diferentes estações do ano e seja feito o planejamento de cada projeto com extrema delicadeza. Sempre lembrando que o foco é diminuir os custos do financiamento necessário para a instalação do projeto.

Além disso, vale destacar a eficiência da equipe técnica da Eletro Jr, que se preocupa ao máximo com esses pontos e com a satisfação total do cliente. Fica a dica!

Qual a área que preciso no telhado para instalar as placas solares?

A princípio não é possível estimar essa quantidade sem um estudo detalhado do projeto, porém, tomando como exemplo uma placa solar de 265 W de potência, com 60 células fotovoltaicas e 1,65 m² de área, podemos fazer as seguintes estimativas:

Para uma residência com 04 pessoas e conta de luz de R$ 400,00, que consome cerca de 550 kWh/mês, em bandeira verde, uma área de 24 a 30 m² já é suficiente para abater o consumo elétrico mensal.

Para esse sistema, em média, utiliza-se aproximadamente 14 módulos, totalizando 3,7 kW (quilowatt-hora pico).

Já para uma casa de 6 pessoas e uma conta de luz no valor de R$ 800,00, o consumo elétrico dessa família gira em torno de 1250 kWh/mês, também em bandeira verde.

Portanto, um sistema de energia solar conectado à rede, de 8,3 kW e com 32 placas solares, já atende à necessidade do local, ocupando 55 m².

Vantagens atreladas a instalação de um PFV

Mas afinal, quais são realmente as vantagens de se adquirir esse projeto? Nesse ponto falaremos de todas as vantagens relacionadas ao PFV. Vem com a gente!

Como dito antes, a instalação de um PFV vem com muitas vantagens inclusas, sendo a principal delas a drástica redução dos gastos de energia do cliente. Que tal entender um pouco mais afundo sobre isso?

A partir da conversão direta da luz do sol em energia elétrica, as placas solares conseguem suprir todo o gasto elétrico de uma casa ou de uma empresa, assim se tornando assim uma ótima opção para fugir dos custos com energia elétrica, como dito abaixo, podendo reduzir em até 95% dos custos de energia.

Outro ponto que merece destaque é que o próprio investimento em energia solar se paga, quando fazemos uma observação a longo prazo, como dito anteriormente. Relacionando esse fator aos baixos custos de manutenção e alta prazo de renovação (possui uma validade de 25 anos!), se tornam um investimento extremamente interessante.

Outra vantagem é que é uma fonte de energia renovável, assim, os recursos naturais podem ser usados de forma abundante, não afetando o meio ambiente.

Além disso, a valorização do imóvel é uma vantagem indispensável que pesa na balança no momento de decidir realmente fazer o projeto. Afinal, quem não gostaria de pagar consideravelmente menos pela energia quando adquire uma nova residência?

Diminuição nos gastos de energia

Segundo a  estimativa da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), a instalação de projetos de placas solares tem como resultado a redução dos gastos de até 95%.

Podendo ser em casas, prédios comerciais, empresas e propriedades rurais, além de ser um proteção contra o aumento no preço da energia.

Além disso, também segundo o site Portal Solar, a energia solar gera uma economia que varia de 50% e 95% na conta de luz. Sendo que essa aplicação feito para instalação de placas solares acaba sendo pago pelo dinheiro economizado com a redução de gastos.

No Brasil, ainda existe a vantagem da quantidade de energia que pode ser gerada devido à grande abundância dos raios solares que podem ser captados pelos painéis solares.

 
Solicite orçamento de laudo de instalações elétricas da eletrojr

Quanto custa um PFV?

Diversos fatores agem no custo de um projeto de energia solar. Com isso, para chegar ao valor final, é necessário olhar diversas questões, como consumo mensal de energia, localização do local e o modelo de ligação.

O valor pode variar bastante, dependendo dos fatores obtidos na primeira verificação.

Os custos também estão diretamente relacionados à produção e à obra, incluindo toda a engenharia do PFV.

Textos semelhantes:

Caso tenha interesse, pode acessar nossos outros textos. LÁ a gente te diz TUDO sobre como é um projeto para que você possa gerar energia solar.

  1. Energia solar aprenda a lucrar com a sua própria casa
  2. Economia de energia: 5 dicas para ajudar você!
  3. Projeto Fotovoltaico: como é feito um?